Resenha: A máquina do Tempo – H.G.Wells

Sinopse

A máquina do tempo é um expoente da ficção científica, e se trata um incrível relato do “viajante do tempo” em sua  passagem pelo o longilíneo século 82701. Sua importância vem de ser a primeira novela sobre o tema(1895), já que nunca antes havia existido uma história onde o personagem era capaz de controlar a forma como se movimentava pelo tempo.

Comentários

O Viajante, ele mesmo um cientista, prossegue o tanto quando pode no tempo acreditando que no futuro toda raça humana possuirá evolução tecnológica inimaginável. Porém, a civilização que encontra, os Elois, sobrevivem nas ruínas de um tempo onde realmente alcançamos o ápice tecnológico. Inicialmente, se vê maravilhado com a forma simples como vivem e se comportam, mas após análise, passa a acreditar que o declínio desta sociedade ocorreu no momento em que todas as necessidades foram atendidas. A situação de conforto atual dos Elois foi o que os fez perder todas as características essenciais para sobreviver e os tornou alvos tão fáceis dos Mordocks.

hg-wells-a-maquina-do-tempo-2-edico_MLB-F-4077885553_042013

Acredito já, desde certo tempo que um certo fraquejar no DNA humano que já ocorre por conta de todo o conhecimento médico existente. A humanidade continua a tentar driblar a seleção natural, e em certo momento entenderá que conseguiu completamente, apenas para descobrir depois que a natureza não dá trégua, e que a nossa prepotência só nos fará estar despreparos quando ela retornar mais forte.

Em análise posterior, o viajante descobre a existência de uma raça do submundo que trabalha e alimenta os Elois, que apenas gozam das facilidades providas por estes. Com a análise destes fatos, faz um paralelo com a realidade de prole e burguesia ( corrigir aqui se necessário). A posterior revolta desta prole, que se tornou forte como consequência de suas necessidades continuas de sobrevivência me parece nada mais do que uma previsão do próprio autor.

Vale a Pena?

A máquina do Tempo é um clássico de leitura fácil, com um tema divertido, grande espaço para reflexão, vale muito a pena. Segundo o  Wikipedia, quatro adaptações do livro foram feitas para os cinemas, vale a pena conferir!


SE VOCÊ GOSTOU DO CONTEÚDO, COMENTE OU SIGA-NOS NA PÁGINA DO FACEBOOK, NO TWITTER OU PELO RSS!! É MUITO IMPORTANTE PARA NÓS SABER O QUE VOCÊS ESTÃO ACHANDO!


Advertisements

2 thoughts on “Resenha: A máquina do Tempo – H.G.Wells

  1. Pingback: Balanço 2013: Lista de Livros Lidos | Livrismos

  2. Curioso que o sujeito em nenhum momento viaja para o seu passado, talvez com medo de alterá-lo. O filme deixa claro que o inventor procura uma época no futuro de paz e prosperidade. Ao se defrontar nas duas primeiras viagens com as duas primeiras guerras mundiais e em seguida com um cataclisma( no primeiro filme não se sabe se é uma nova guerra, enquanto no segundo filme a Lua é destruída) avança muito no tempo. Eventualmente teria encontrado um tempo onde houve o que buscava, mas conforme você disse levou a um acomodamento da humanidade.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s