Resenha: Clube da Luta – Chuck Palahniuk

“Eu adorava os grupos de apoio porque, se as pessoas achassem que você ia morrer, davam-lhe toda a atenção. Se fossem vê-lo pela última vez, elas realmente o viam.”

SINOPSE

O personagem principal é um empregado em uma empresa de seguros, que vive uma vida medíocre e convive com uma terrível insônia. Após transitar por diversos grupos de auto-ajuda, sofrendo no ombro de outros para conseguir amenizar a sua dor, ele se vê novamente confrontado por outro problema: Marla. Ela, que passa a frequentar os mesmos grupos para também se sentir melhor, acaba por bloquear a capacidade do personagem de se soltar nos encontros, e consequentemente a insônia volta a assombrar-lhe. É nesse momento que ele encontra Tyler Durden, um exêntrico e interessante colega, que influencia fortemente nosso personagem ao puxar uma briga com ele no estacionamento de um bar. Conforme continuam brigando em diversos outros locais, outros se interessam pelo que está ocorrendo e Tyler cria o Clube da Luta.

COMENTÁRIOS

Sem uma cronologia definida e em primeira pessoa,  Clube da Luta é uma viagem confusa pela cabeça do personagem principal e toda a sua relação com Tyler Durden, Marla, a sociedade e o Clube construído pelos dois. Cheio de pensamentos e frases inesquecíveis, o livro principalmente crítica o modelo de vida perfeito, a acomodação, o consumismo.“É apenas depois de perder tudo que somos livres para fazer qualquer coisa”, diz Tyler. E é esta a transição pela qual o personagem principal passa, e que você acompanha, certamente emocionado e incomodado com a sua própria vida. Talvez não seja errado afirmar que o livro é manifesto minimalista.

“Você compra móveis. E pensa, este é o último sofá que vou comprar na vida. Compra o sofá e por um par de anos fica satisfeito porque, aconteça o que acontecer, ao menos tem o seu sofá. Depois precisa de um bom aparelho de jantar. E de tapetes. Então cai prisioneiro de seu adorável ninho, e as coisas que antes lhe pertenciam passam a possuir você”

        Existem alguns autores que mantém sempre sua forma de escrita e de narrativa entre todos os seus livros, e que a tornam a sua principal característica. Chuck, nos livros que conheço até o momento, se utilizou apenas de narrativas em primeira pessoa, mas esse fato garante que ocorra exatamente o contrário: termos utilizados, dinâmica e até como é construído o livro se divergem, exatamente pelo fato de cada livro estar sendo contado por uma pessoa diferente.

“É apenas depois de perder tudo que somos livres para fazer qualquer coisa”

         Por fim, preciso dizer que Clube da Luta me marcou bastante. Me acendeu uma pequena chama e me causou incômodo. Me fez questionar um bocado de coisas que andava fazendo e refletir sobre elas. Espero reler o livro em 2014 novamente ou quem sabe em 2015. Ele é esse tipo de livro que vai te acompanhando conforme você também se transforma.

Citações

“Liberdade. Liberdade é perder toda a esperança.”

“Você não é o seu emprego. Você não é quanto dinheiro você tem no banco. Você não é o carro que você dirige. Você não é o conteúdo da sua carteira. Você não é as calças cáqui que veste. Você é toda merda ambulante do mundo.”

“Trabalhamos em empregos que não gostamos, para comprar um monte de coisa que não precisamos.”

O FILME

É muito gratificante perceber que o filme foi uma adaptação extremamente fiel – alguns diálogos chegam quase iguais – e que mesmo assim foi muito bem recebido e aclamado pela crítica. O próprio autor, Chuck Palahniuk comentou que o desfecho do filme, uma das poucas partes em que a história foi alterada – poderia ser considerada com uma “melhoria” perante a sua história.

VALE A PENA?

Vale a pena sim! Considero que livros são importantes quando mexem conosco e nos fazem mudar. Neste caso, Clube da Luta está, junto com alguns outros, no topo da minha lista. Se você já anda incomodado com muito do que é o status quo, entre de cabeça! Se não, pode ter certeza que ele vai mexer em algo dentro de você.

FICOU INTERESSADO?

Encontrei algumas ofertas interessantes para o livro e o filme, espero que vocês aproveitem!!

LIVRO – http://oferta.vc/Y1@
FILME (Blu-Ray) – http://oferta.vc/Y20
Ofertas no Buscapé – Clique Aqui


SE VOCÊ GOSTOU DO CONTEÚDO, COMENTE OU SIGA-NOS NA PÁGINA DO FACEBOOK, NO TWITTER OU PELO RSS!! É MUITO IMPORTANTE PARA NÓS SABER O QUE VOCÊS ESTÃO ACHANDO!


Advertisements

4 thoughts on “Resenha: Clube da Luta – Chuck Palahniuk

  1. Pingback: Balanço 2013: Lista de Livros Lidos | Livrismos

  2. Pingback: Balanço 2013: Melhores livros do Ano | Livrismos

    • Volte sim, ele vale muito a pena!
      Não sei se você viu o filme, mas apesar de ser um bocado parecido, tem muita experiência que só o livro consegue passar.

      Um feliz ano novo para ti e ótimas leituras!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s